Seja Benvindo. A sua visita me fará, sempre, feliz

Livro de Visitas - Clique na imagem e deixe o seu recado

Guestbook ou faça um comentário em uma das postagens.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

As lições da árvore


Era uma árvore esplêndida, alta, de galhos fartos e frutos saborosos.
Erguia-se na longa estrada e, vista ao longe, assemelhava-se a um
portal tocado pela luz do Sol.
Os caminhantes nela encontravam o refúgio amigo, a sombra 
refrescante. A todos acolhia!
Aos itinerantes empobrecidos, ela ofertava os frutos doces e revigorantes.
Ninguém que por ela passasse seguia enfraquecido, porque ela 
sustentava cada um.
Recebia em silêncio, os que tentavam decepar-lhe os galhos para usá-los
no atendimento aos seus interesses e guardando o mesmo silêncio, ela
reverdecia , ofertando mais sombra ainda.
As crianças a buscavam, peraltas, subindo pelo tronco forte, tentando 
alcançar as alturas. Gargalhavam felizes e ela as sustentava, firmando os
ramos, para que não tombassem em perigo. Alegre, sentia-se recompensada,
quando, por elas se via abraçada.
Chegava os temporais e ela, raízes fincadas na terra, desafiava-os, 
impávida,  majestosa!
Confiava que, passado o temporal, o céu continuaria a acobertá-la com seu 
manto azul, as enxurradas lhe dariam mais vigor, o Sol lhe renovaria a vida e
ela prosseguiria servindo.

Alma irmã!
Se queres ser feliz, sê como a árvore!  
Aquele que serve se lhe assemelha:
Recolhe com carinho...
Reconforta as almas...
Trabalha em silêncio...
Espalha alegrias...
Traz os pés fincados na terra, mas confia, acima de tudo, no poder dos Céus!
Alteia, pois, os teus ideais e estende tuas mãos para agasalhar, recompor,
restaurar, renovar!
Banha-te na alegria de doar um pouco do que tem, aos que por ti passam 
de mãos vazias!  Em fim, Serve!

A realidade que te cerca, tem, por vezes, o aspecto de violento temporal, mas 
se compreenderes que estás na Terra para amar e servir, a própria realidade
descortinará aos teus olhos as vertentes dos recursos divinos, porque, acima 
de tudo, terás sobre ti a luz do Sol que é o Amor de Deus .
E isto te basta!

Autora espiritual: Icléia
Página de 1998
Livro: Evangelho em prosa e Verso
Mesagens de diversos espíritos.
Edição: Lar de Tereza (1ª edição)
www.lardetereza.org.br




segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Creio em Deus

Imagem: Ultradownloads -Uol

17/8/2012

Autor: Élys Vianna


Quero escrever...
Minha mente divaga...
Meu pensamento em liberdade,
voa a espaços longínquos.

Caminha pelo Universo,
extasia-se  com tanta beleza...
Meu coração pulsando com emoção
vê uma lágrima dos meus olhos cair.

É lindo o espaço infinito!...
Estrelas e planetas
em perfeita harmonia,
como  notas sublimes
de uma  doce sinfonia.

Como é possível não crer
em Deus, nosso Criador,
se em todo este imenso cenário
existe tamanho esplendor?...

Creio!...
Tenho fé!...
Meu ser,
é pleno de amor!...


segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Subindo a Montanha da Vida

6/2/2003
Autor: Élys Vianna

O céu está muito azul.
O Sol brilha no espaço.
Estou subindo a montanha da vida.
Vou devagar, passo a passo.

Observo o caminho percorrido...
Quantas coisas ultrapassei;
Algumas vezes, cheguei a cair.
Mas segurando nas mãos de Deus,
Sempre me levantei.

Continuo a minha subida
Nessa íngreme montanha...
Até quando?... Eu não sei...
O que sei, é que Deus me acompanha.

Sentindo a sua presença,
 No âmago do meu ser,
Faço vibrar o meu sentimento de gratidão...
Eu preciso agradecer:

Obrigado Senhor!...
Por me permitir continuar caminhando,
Com alegria no coração.
Obrigado, por me conceder
A sua doce inspiração.

Por tudo, sou muito grato.
Mas, quero ainda, reconhecer,
Que a sua luz, sublime, que me alcança,
Não me deixa esmorecer.

Obrigado, Senhor!...

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Perda de Termpo


Cultivar aversões...
Armazenar ressentimentos...
Conservar mágoas...                                         
Fomentar ilusões...
Entregar-te ao prazer desmedido...
Render-te à tristeza e à depressão...

Constitui-se em lamentável perda de tempo para o espírito,
ocasionando-te  prejuízos quase irreparáveis  à  encarnação.


Autor: Irmão José                    
Psicografia: Carlos Baccelli 
Mensagem: 67
Editdora: LEEPP
www.leepp.com.br

domingo, 5 de agosto de 2012

Minha Prece



25/7/2012

Autor Élys Vianna

Doce Luz que a tudo permeia
plena de sublime  ternura,
onde quer que eu esteja,
sinto a sua presença:

No olhar de um ancião,
no sorriso de uma criança,
no canto de um passarinho,
no rio que corre para o mar...

Sinto a sua presença,
no raio de Sol que aquece o planeta,
na brisa suave que acaricia o meu rosto,
na nuvem que passa, trazendo
a chuva que cai de mansinho...

Terna Luz que afaga  o meu coração,
ilumine toda a humanidade 
para que sentindo a sua presença
venha, amorosamente,  criar na Terra, 
uma divina fraternidade.








O Blog Espiritual-idade  da nossa amiga Rosélia(Orvalho do Céu) está comemorando durante todo este mês de agosto: 3 anos. 
Visite aqui.