Seja Benvindo. A sua visita me fará, sempre, feliz

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Subindo a Montanha

             1/2/2007
       Autor: Élys Vianna


A brisa passa.
Afaga-me com carinho.
A montanha eu vou subindo,
Passo a passo, devagarzinho.

Não é preciso correr.
Quero subir em segurança.
Ver do alto a natureza,
Em toda a sua pujança.

Sentir a presença de Deus,
O coração, feliz, a bater.
Ver a água descendo a serra,
Para o rio acontecer...

Devagar eu vou subindo,
Um dia eu vou chegar.
Lá no alto da montanha,
Em prece eu vou ficar.

Vou orar com muita ternura,
Exercitando a fraternidade,
Agradecendo, pedindo a paz,
Para toda a humanidade.

Vou subindo a montanha,
Vislumbrando a eternidade.


14 comentários:

  1. Olá,

    Li seu comentário para a Glorinha L. de Lion e gostei, por isso estou aqui para conhecer seu pedacinho da net,rsrsrs...
    Maravilhosos os seus poemas, uma forma leve de dizer o que é profundo. Parabens!

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Linda essa mensagem da montanha, Elys.
    E vamos subindo nossa montanha que um dia a gente chega lá!

    gostei muito das mensagens deste blog, vou acompanhar! bom dia!

    ResponderExcluir
  3. Meru
    Sempre escrevo buscando a palavra no meu coração.
    Fico muito feliz e agradeço a Deus a inspiração para poder humildemente, ajudar.
    Muito obrigado por sua visita e esteja certa que retribuirei com muito carinho.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Alexandre
    Eu fico muito agradecido por gostar das mensagens e por nos acompanhar.
    A Montanha, tem que ser escalada, portanto, vamos contornando os obstáculos e subindo devagar.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Maravilhosa subida ao encontro da paz.
    Parabéns Élys.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  6. A vida é assim, buscamos sempre caminhar ao encontro da paz. Um dia, veremos toda a humanidade de mãos dadas, vivenciando esta paz.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Élys,

    Hoje foi a vez de deixar aqui um comentário, depois de tentar perceber e sentir a diferença existente entre os seus dois blogues.

    Já tinha gostado muito do outro, faltava ver este.

    Uma coisa me chamou a atenção neste poema: a rima entre o 2º e 4º versos de cada grupo. Élys, você foi rigoroso com a forma, não se permitindo nenhuma licença poética, mas no entanto, saiu cheio de lirismo e doçura.

    Escalar assim uma montanha dá gosto.

    Abraço,

    António

    ResponderExcluir
  8. Que bonito esse post! Sabe que é com esse espírito que aqui se escala o Monte Fuji no verão?
    a subida representa o avançar espiritual, vencer os desafios da vida, vencer a matéria e chegar ao topo (nirvana, iluminação)

    post de ouro! adorei muito
    bom dia

    ResponderExcluir
  9. Sabe, Antonio deixo-me levar muito pela inspiração e o rigor poético, em determinadas ocasiões é uma necessidade, minha, interior, para que assim seja.
    Fico muito feliz com as suas palavras.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Alexandre
    É, exatamente, para passar esta idéia que eu escrevi, esta página. Gostei muito de saber que se escala o Monte Fuji com este espírito.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Vamos que vamos, subindo sempre...Lindo!abraços,chica

    ResponderExcluir
  12. Chica
    É assim, mesmo. Vamos subindo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Do alto de uma montanha vemos a terra, o rio e o mar lá embaixo. E também percebemos, que os nossos problemas, em sua maioria, são grãos de areias. Eles se tornam pequeninos .

    ResponderExcluir
  14. Marcia
    Minha filha, isto é uma grande verdade
    Beijos

    ResponderExcluir

A sua visita me faz feliz.
Deixe um comentário, aqui ou se preferir,
vá ao livro de visitas (Guest Book), no alto do Blog.
Ficarei muito grato.