Seja Benvindo. A sua visita me fará, sempre, feliz

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

A Minha Preocupação



13/7/2007

Autor: Élys Vianna



Respiro fundo.
Quero o meu pensamento tranquilizar.
Estou preocupado!...
É baixa a qualidade do ar.

As florestas, tesouro verdejante,
 que nos ajudam a viver,
vão, aos poucos, sendo dizimadas...
fazendo a Terra sofrer.

O planeta está doente.
Febril, está a natureza.
Cada árvore derrubada,
traz consigo, uma tristeza.

É preciso baixar a febre
não deixar a temperatura subir.
Replantar, cada árvore, tombada;
é um caminho a seguir...

A humanidade agradece...
O desmatamento é preciso reprimir.




13 comentários:

  1. Élys, era mesmo bom que se conseguisse parar o desmatamento absurdo que a cada dia que passa vai acabando com a pouca floresta que ainda resta no nosso planeta. Muito lindo o seu poema.
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderExcluir
  2. Amigo Élys tem toda a razão no poemas e também no que diz respeito ao seguir o seu blog, A foto estava sem imagem isto foi trabalhinho do google e agora enquanto não visitar todos os seguidores vai ficando sem imagem, mas obrigado por ter dito.
    António.

    ResponderExcluir
  3. E as pessoas em vez de se preocuparem com o que é essencial, andam perdidas em jodos de Poder...

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Seria tão bom se o desmatamento não existisse...Lindo questionamento! abração,chica

    ResponderExcluir
  5. I couldn't agree more. We should stop destroying the planet. It's such a pity that many species of fauna and flora extinct before we even get to know them.
    Hugs!:))

    ResponderExcluir
  6. Preocupante mesmo, poeta Élys. Lindo poema ! O meio ambiente clama por esse basta,mas como bem diz Mahatma Gandhi: "A natureza pode suprir todas as necessidades do homem, menos a sua ganância".
    Um abraço. Boa tarde.

    ResponderExcluir
  7. Preocupante mesmo, poeta Élys. Lindo poema ! O meio ambiente clama por esse basta,mas como bem diz Mahatma Gandhi: "A natureza pode suprir todas as necessidades do homem, menos a sua ganância".
    Um abraço. Boa tarde.

    ResponderExcluir
  8. O bom seria se todos se concientizassem, mas tão poucos se preocupam, infelizmente! Parabéns, Élys...poema de uma sensibilidade enorme! bjos, ania..

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Élys.
    Uma preocupação que deveria ser de todos, mas infelismente só os que tem consciência pensam sobre esse assunto tão importante, os desabamentos deveriam ser proibido. Feliz semana meu amigo. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente, Élys, o próprio homem, com a sua ganância desmedida, está comprometendo a qualidade de vida no planeta. A qualidade do ar está realmente assustadora e provocando males físicos desnecessários. Não sei se o ser humano ainda vai acordar para a necessidade de preservar a natureza, nossa fonte de vida.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Pois é Elys, o desmatamento ocorre e é justificado pelo progresso, pelo avanço tecnológico. Mas só vejo que esses avanços estão deixando as pessoas mais doentes.

    ResponderExcluir
  12. Os humanos não têm a consciência e nem a inteligência em preservar algo para a sua saúde. Primeiro é a grana, pensam que vão longe... Muito burros. e irresponsáveis com as outras espécies.
    Bjus, amigo!

    ResponderExcluir
  13. Olá Elys.
    Tens toda razão.
    O desmatamento é preciso parar.
    Hoje li sobre Yacouba Sawadogo,"O homem que freou o deserto: uma lição para o mundo" e fiquei encantado como simples gestos fazem a diferenças para salvar a natureza, História que virou tema de filme em 2010, do cineasta Mark Dodd.
    Realmente o planeta está doente e o SER HUMANO é a sua doença.
    Quem sabe um dia ele toma consciência e seja o remédio.
    Abençoada semana.

    ResponderExcluir

A sua visita me faz feliz.
Deixe um comentário, aqui ou se preferir,
vá ao livro de visitas (Guest Book), no alto do Blog.
Ficarei muito grato.